Escolher e consultar o veterinário

Manter o seu gato saudável é vital para lhe proporcionar uma vida longa e com qualidade. O veterinário desempenha um papel central, não apenas no tratamento das doenças, mas também no aconselhamento sobre as medidas preventivas mais eficazes para a excelente condição de saúde do animal. Dado que os gatos são tão propensos a ocultar os sinais de doença, não é raro que mesmo os donos mais atentos deixem escapar indicadores subtis ou precoces de doença. Assim, é crucial levar o gato ao veterinário para realizar exames completos anuais, de forma a garantir que nada passa despercebido.

Ao escolher um veterinário, assegure que o consultório fica a uma distância razoável da sua casa. Não é oportuno deslocar-se muito longe em caso de emergência. Peça também recomendações a outros donos. Alguns consultórios veterinários possuem clínicas exclusivas para felinos, que são muito benéficas para os gatos que têm medo dos cães na sala de espera. Recolha a maior quantidade possível de informação antes de escolher o seu veterinário. Abaixo encontra-se uma descrição dos tipos de conselhos e tratamentos regulares que pode esperar obter do veterinário.

Saúde geral

Deve ser realizado um exame geral de saúde pelo menos uma vez por ano (com mais frequência em gatos idosos ou com condições médicas específicas). Os exames regulares são essenciais para assegurar que o seu gato está saudável e livre de doenças. Um exame geral inclui auscultação do coração e dos pulmões com um estetoscópio para detetar sopros ou arritmias, palpação do abdómen para excluir a presença de dor ou nódulos anormais, exame da pele e da pelagem para verificar a existência de parasitas, feridas ou tumescências, bem como exame cuidadoso dos olhos, ouvidos e boca. Se tiver questões ou preocupações sobre a saúde do gato, anote-as de antemão e reveja a lista com o veterinário durante a consulta de exame.

Vacinação

A vacinação regular (normalmente anual) é essencial para prevenir doenças como a Gripe dos gatos (Herpesvírus felino e Calcivírus felino), Enterite infeciosa felina (parvovírus felino / vírus da panleucopenia felina) e o Vírus da leucemia felina. O veterinário irá aconselhá-lo acerca da necessidade de vacinar o gato contra a Clamidiose felina (uma bactéria que provoca conjuntivite). Podem ser recomendadas vacinas contra outras doenças consoante o local onde reside, ou no caso de pretender levá-lo para zonas da Europa onde seja necessário um Passaporte do animal de estimação.

Pulgas, carraças e lombrigas

A prevenção contra parasitas deve ser discutida em pormenor durante o exame geral anual do gato. Os parasitas internos, como os vermes redondos (áscaris), são mais do que um incómodo para o seu gato, podendo também afetar os humanos. As pulgas põem ovos que se desenvolvem em larvas e vivem nos tapetes e carpetes de sua casa. Assim, é no melhor interesse de todos os envolvidos seguir os conselhos do veterinário sobre a prevenção contra parasitas.

Esterilização dos gatos

A menos que pretenda fazer criação com o seu gato, a esterilização é a melhor solução para evitar gravidezes indesejadas e determinados problemas de saúde. Se possui um novo gatinho ou se herdou um gato adotado, deve discutir com o veterinário tão breve quanto possível a melhor altura para a esterilização. Os gatos esterilizados muitas vezes têm mais apetite, de modo que podem ser propensos a aumento de peso caso sejam sobrealimentados. Converse com o veterinário ou com um enfermeiro de veterinária acerca da melhor dieta para o seu gato esterilizado.

Problemas comportamentais

As alterações no comportamento do seu gato, como hábitos urinários inapropriados ou agressividade aumentada, podem ser indicadores de doença subjacente ou de um problema comportamental, pelo que deve aconselhar-se com o veterinário.

Cuidado oral

Já que os gatos são muito competentes a ocultar problemas de dentes, a melhor forma de detetar problemas dentários é através de exames no veterinário. A doença dentária é muito comum nos gatos, especialmente à medida que envelhecem. Pode tornar-se muito dolorosa e até mesmo degenerar em problemas gerais de saúde, de modo que deve ser prontamente tratada pelo veterinário. Convém também discutir a escovagem dos dentes durante o exame anual do gato. A maioria dos gatos tolera bem a escovagem dos dentes, que é a maneira mais eficaz de preservar uma boa higiene oral e hálito fresco!

Peso e condição física

A obesidade é um problema comum nos felinos, logo, é importante pesar o animal e discutir a sua condição física na ocasião do exame de saúde anual. Se necessário, pode obter conselhos sobre um plano de dieta e formas de aumentar a atividade física do seu gato, ou mesmo aderir a programas de perda de peso, caso estejam disponíveis localmente. De igual modo, mas num processo inverso, a perda de peso pode ser um sinal de problemas de saúde. Gatos idosos

Se o seu gato está a envelhecer, recomendam-se exames mais frequentes. Os exames dão-lhe a oportunidade de discutir com o veterinário quaisquer preocupações e questões, por muito ligeiras que sejam. Para além do exame anual habitual, o veterinário pode querer verificar a pressão arterial do gato, podendo mesmo requisitar análises ao sangue e à urina. Informe o veterinário sobre quaisquer alterações no consumo de alimentação e água e nos níveis de atividade do seu gato. À semelhança do que acontece com os humanos, os gatos idosos podem sofrer de problemas em diversos órgãos, de osteoartrite, de perda de visão e audição e mesmo de perda de memória ou demência, podendo provocar alterações comportamentais. Felizmente, é possível fazer uma gestão eficaz de muitos problemas recorrendo a medicação ou a simples alterações no estilo de vida do seu gato, sendo que quanto mais precoce for a deteção, maiores são as probabilidades de encontrar um tratamento bem-sucedido.

Como desparasitar o seu gato

DESCUBRA O ALIMENTO PRO PLAN® PARA O SEU GATO