Como decidir entre ração seca ou húmida?

Quando se trata de escolher produtos alimentares para felinos, a abundância da oferta pode gerar confusão. Se a isso juntar as informações variáveis apresentadas nos rótulos das rações para animais e nos produtos de marketing, torna-se extremamente difícil fazer a escolha nutricional certa para o seu gato. Comecemos pelo básico...

Do que é que os gatos precisam na alimentação?

Todos sabemos que os gatos são únicos e individuais, pois assim são também as suas necessidades alimentares. Cada gato deve consumir um total de 41 micronutrientes incluídos na ração diária. São chamados essenciais porque não podem ser produzidos pelo organismo, que deles necessita. Visto que os gatos são carnívoros, uma percentagem destes nutrientes deve ser derivada de fontes animais. Tal significa que não é possível os gatos serem alimentados com uma dieta vegetariana e sobreviverem sem problemas de subnutrição. Especificamente, os gatos têm de consumir os aminoácidos taurina e arginina, o ácido gordo araquidónico e a vitamina A pré-formada, presentes nos ingredientes de origem animal.

O que é que estimula o apetite dos gatos?

Quando se trata de comida, o estímulo dos nossos amigos felinos é o prazer suscitado pela experiência dos alimentos. O aroma também é um elemento muito importante, essencial para abrir o apetite. O aroma potencia o prazer de degustação da comida e, em simultâneo, fornece informação nutricional. O paladar é outro aspeto essencial da apreciação da comida e, apesar de os gatos terem muito menos papilas gustativas (475) do que os humanos (9000) ou os cães (1700), não deixam de ter as suas preferências peculiares. A sensibilidade de um gato a paladares amargos, por exemplo, é 400 vezes mais apurada do que a dos cães, contudo, não possui as papilas gustativas necessárias para desfrutar de sabores doces. A textura e a forma de um alimento na boca são os elementos que finalizam a experiência do palato, sendo particularmente motivantes para os gatos na hora de escolherem a comida.

Quais são as vantagens distintas das rações seca e húmida?

A diferença física fundamental entre as rações seca e húmida reside na quantidade de humidade que cada uma contém. Contudo, as vantagens principais de cada tipo de ração podem ser resumidas da seguinte forma:

Vantagens das rações seca e húmida para gatos

N.
Húmida
Seca
1
Útil quando se trata de aumentar o consumo de água, já que contém mais percentagem de humidade
A consistência estaladiça ajuda a manter os dentes limpos e encoraja a mastigação
2
Pode ser aquecida para exalar um aroma tentador para gatos de paladar exigente
Conveniente para preservar e guardar depois de aberta porque tem um prazo de validade alargado
3
A consistência macia pode ser útil para os gatos com problemas dentários ou orais
As quantidades mais pequenas são especialmente adequadas aos gatos que preferem comer várias vezes ao dia
4
As quantidades mais substanciais saciam rapidamente
Pode ser estrategicamente posicionada e distribuída como incentivos à atividade e exercício físicos.
5
Os formatos de dose única garantem que o gato não come em excesso entre as refeições
A ração não se estraga se for deixada no comedouro menos de 24 horas
6
Os diferentes produtos oferecem texturas diferentes
Os diferentes croquetes proporcionam uma variedade de sabores e consistências

   

Como decidir entre ração seca ou húmida?

A menos que o seu gato esteja a seguir uma dieta especial recomendada pelo veterinário para gerir uma condição clínica, a escolha do tipo de ração é altamente subjetiva. Seguem-se alguns indicadores a ter em conta:

1. A preferência individual do gato por um tipo específico de ração

2. O grau de prazer motivado por diferentes formas e texturas

3. O local e o método de armazenamento da ração

4. A preferência de compra do dono, que pode ser influenciada pela qualidade dos ingredientes, pelos benefícios nutricionais, pela fidelidade a uma marca, por códigos de ética, etc.

5. Quanto pretende investir na dinâmica das refeições, isto é, simplesmente fornecer todas as refeições num comedouro ou aumentar os níveis de atividade e de estímulo obrigando o gato a procurar uma parte da ração que lhe é destinada

Em última análise, desde que se providencie uma nutrição completa e equilibrada, a decisão por ração seca ou húmida resume-se a fatores preferenciais do dono e do seu amigo felino.

Problemas de alimentacao felina: o que precisa de saber

DESCUBRA O ALIMENTO PRO PLAN® PARA O SEU GATO